O finado seriado Sex and the City levantou muitas polêmicas quando uma das personagens, Charlotte, praticamente se apaixonou por um vibrador, o Rabbit. O acessório rapidamente se tornou objeto de desejo! Principalmente entre as moças que militavam a favor da liberdade sexual feminina.

Bandeiras à parte, o episódio levantou uma questão que por muito tempo foi tabu mesmo entre melhores amigas: você compraria um vibrador?

Aliás, por muito tempo as mulheres que adquiriam o aparelho eram consideradas solitárias. Que usavam uma máquina para substituir a falta de um parceiro sexual! Mas hoje a realidade é bem diferente.

O vibrador não substitui o sexo com um homem real. Ele o complementa e até mesmo ajuda a melhorá-lo.

Você compraria um vibrador?

Conhecendo o próprio corpo

É simples: quando uma mulher conhece bem o seu corpo, tem mais prazer durante a relação sexual. Mas também consegue dar mais prazer ao seu parceiro. Simplesmente por se sentir mais à vontade.

Aliás, toda mulher deveria saber o que gosta entre quatro paredes. O autoconhecimento e a prática levam à perfeição. E, vamos combinar, qual é a melhor forma de praticar se não com você mesma?

Leia mais: 10 elementos naturais que podem aumentar a sua libido

Orgasmos: quanto mais, melhor

Você compraria um vibrador?

Um bom vibrador pode ajudá-la a atingir não só mais orgasmos, como a alcançar orgasmos melhores. Quanto mais você exercita seus músculos pélvicos, melhor o desempenho deles.


QUER AUMENTAR SEU DESEJO E PRAZER SEXUAL? BAIXE O E-BOOK GRÁTIS:


PLANO DE 5 PASSOS PARA TURBINAR O DESEJO SEXUAL 

 Você pode optar por um vibrador com estímulo externo, com atenção total para o clitóris. Há também o interno, que tem foco na penetração. Ou até mesmo um multiuso, que faz as duas coisas ao mesmo tempo.

E, voilà, mais prazer para você. Com seu parceiro ou sem ele!

Leia mais: 5 dicas para enlouquecer seu parceiro na cama

Prazer em dupla

Você compraria um vibrador?

O vibrador não precisa ser necessariamente usado sozinho. Você pode utilizar o aparelhinho junto com o seu par, com o objetivo de incrementar o prazer de ambos.

O importante é que os dois se sintam bastante confortáveis com a ideia. Assim, é possível curtir o momento da melhor forma possível.

Antes de apostar no aparelho, converse bem com seu parceiro, introduza o assunto de maneira descontraída. Observe as reações dele. Se sentir que ele é receptivo à ideia, fale sobre o assunto, sem medo.

Leia mais: É verdade que o sexo pode melhorar com o tempo?

Como comprar?

Apesar do vibrador ser encarado de uma forma mais natural atualmente, muitas mulheres ainda temem sofrer preconceito na hora de comprar o seu.

Para sentir mais segurança, inclusive na hora de escolher a melhor opção de aparelho, recorra às melhores amigas e transformar a ocasião em um evento.

São várias as opções de sex shops de luxo, que oferecem até espumante e mimos para que suas clientes se sintam à vontade entre os produtos.

Mas para quem prefere manter o assunto privado, pode pesquisar e comprar seu vibrador pela Internet e recebê-lo no conforto do seu lar.

Então é interessante ver as características de cada opção e observar se atende ao que você busca.

Manter a mente aberta e não se render a tabus pode fazer maravilhas para a sua vida sexual. Não tenha medo de experimentar! Busque novas formas de conhecer melhor o seu corpo e obter prazer. Você merece!

 

Compartilhe com suas amigas:


Dra. Vânia Machado
Dra. Vânia Machado

Eu sou a Drª Vania Machado, psicóloga terapeuta sexual, mestre em psicopatologia clinica e psicologia da saúde. Há mais de 20 anos venho ajudando as mulheres a recuperar seu desejo sexual e já perdi a conta de quantos casamentos foram salvos de ir por água abaixo por causa de brigas e traições que começaram com um simples problema conjugal. Atualmente ajudo mulheres de todas as idades superarem crises no relacionamento e disfunções sexuais. Precisa de ajuda profissional? clique aqui e marque uma consulta comigo.