Não adianta: por todo lado, a mídia nos empurra uma série de padrões de beleza por vezes inalcançáveis e que mexem com a nossa autoestima. Vemos nas capas de revista, nos filmes e na televisão mulheres lindas, magras, com a pele perfeita, confiantes, curvilíneas e com sucesso em tudo quanto é esfera da vida. E aí, nos olhamos no espelho e percebemos o quanto essa realidade está distante da nossa: sempre parece que algo falta ou sobra no nosso corpo, não é mesmo?

Querer ser melhor é algo positivo e que nos faz dar saltos importantes mas, por outro lado. Encanar com um ideal que não condiz com a nossa realidade e com quem somos é besteira. E das grandes. Isso faz a autoconfiança ir lá embaixo e, com isso, tudo ao nosso redor é afetado. Muitas vezes, nos conformamos com empregos mais ou menos, relações mais ou menos… Enfim, até amizades mais ou menos porque não nos vemos como capazes e merecedoras de muito mais.

Leia mais: Sexo só se for no escuro? Saiba como ultrapassar os receios e melhorar sua vida sexual

Corpo e mente

Mas trazendo o assunto para a cama, é claro que as neuras com a aparência afetam na hora do sexo! Quem nunca ficou ansiosa na primeira vez que tirou a roupa na frente de um novo parceiro? Mesmo com o parceiro de muitos anos, a baixa autoestima pode impactar negativamente na intimidade. O pensamento vai longe e várias encanações vêm à tona. “Será que ele vai perceber minha celulite?”, “ será que ele notou que eu engordei nos últimos meses?”, “e se ele não gostar dos meus seios?”. Dentre outras ideias tão recorrentes na cabeça das mulheres. Você se reconheceu nessa descrição? Então continue a leitura do nosso artigo!

Neuras femininas

Quando relacionamos a baixa autoestima feminina ao próprio corpo e ao sexo, é possível detectar dois problemas básicos. O primeiro é a percepção negativa que as mulheres fazem de si mesmas. O segundo é a importância que damos à opinião alheia.

Aliás, a cabeça feminina é extremamente complexa, até para nós mesmas. Muitas vezes transformamos situações simples em verdadeiros “bichos-de-sete-cabeças”. Cismamos que certas características de nossos corpos são verdadeiros defeitos. Além disso, acreditamos que é impossível alguém gostar deles. Mas já parou para pensar que para as outras pessoas esses defeitos são apenas detalhes imperceptíveis?

Leia mais: Ansiedade – saiba como esse mal pode impactar na sua vida sexual

Além disso, a maioria das neuras femininas – magreza, estrias, culote, celulite… – é completamente ignorada pelo sexo masculino na hora do sexo. Aliás, não influencia em nada no prazer da relação. Certamente, muito mais importante do que um corpo de estrela de cinema, é a confiança e a desinibição da mulher na hora do sexo. Ao invés de se preocupar com possíveis decepções que o parceiro possa ter e, com isso, tornar o momento mecânico e cheio de pudores, aproveite o momento e liberte-se dos julgamentos – seus e dos outros!

Trabalhe a sua autoestima


QUER AUMENTAR SEU DESEJO E PRAZER SEXUAL? BAIXE O E-BOOK GRÁTIS:


PLANO DE 5 PASSOS PARA TURBINAR O DESEJO SEXUAL 

Agora, muito mais difícil do que desencanar dos julgamentos alheios é conseguir vencer a guerra que você trava dentro de si. Aprender a enxergar beleza em si mesma e ver seu corpo como algo precioso e único, que carrega toda a sua história, é um desafio diário. Para isso, abandone as frases negativas que você constantemente diz ou pensa sobre si mesma.

Leia mais: Os 7 principais inimigos do orgasmo feminino

Peça ajuda para as pessoas mais próximas e, se for o caso, procure inclusive um profissional que possa ajudá-la. Aos amigos, você pode perguntar aquilo que eles mais gostam em seu corpo – com certeza você se surpreenderá com várias respostas. Também é ótimo para autoestima cuidar de si mesma! Faça esportes, tenha um ritual de beleza e procure sempre lembrar-se do porquê você se ama (ou deveria amar-se).

Com o desenvolvimento desta autoconfiança, a desenvoltura e a entrega tendem a aumentar muito na hora do sexo. Dê esta chance a si mesma e ao seu amor próprio – a vida sexual, assim como seu parceiro, com certeza só terão muito a agradecer!

Compartilhe com suas amigas:


Dra. Vânia Machado
Dra. Vânia Machado

Eu sou a Drª Vania Machado, psicóloga terapeuta sexual, mestre em psicopatologia clinica e psicologia da saúde. Há mais de 20 anos venho ajudando as mulheres a recuperar seu desejo sexual e já perdi a conta de quantos casamentos foram salvos de ir por água abaixo por causa de brigas e traições que começaram com um simples problema conjugal. Atualmente ajudo mulheres de todas as idades superarem crises no relacionamento e disfunções sexuais. Precisa de ajuda profissional? clique aqui e marque uma consulta comigo.