Com o correr dos anos, é natural que o relacionamento mude. É que nós não somos imunes às experiências que acumulamos no tempo e elas acabam nos modificando em certa medida. Pode ser que comecemos a enxergar o parceiro um pouco mais desbotado e vice-versa.

Em um relacionamento longo, nossa euforia em relação a quem está do nosso lado e a paixão que antes era forte podem variar de intensidade. Ou tomar um rumo que não parece ser a mais justa forma para ambos.

Mas o que fazer quando percebemos que as cores que enxergávamos tão cintilantes assumem algumas manchas ou teimam em esmorecer? Como encarar que o olhar do parceiro não encontra mais em nós aquele brilho que antes era intenso?

Salvando o relacionamento: confira 4 dicas

Para salvar um relacionamento desgastado por qualquer motivo, é preciso antes de mais nada assumir as rédeas da realidade e tentar mudar o rumo das coisas. Admitir que que o amor já não é mais o mesmo é fundamental. Permite que você passe para o segundo passo essencial: decidir se quer fazer o que for preciso para salvá-lo.

Leia mais: Seu parceiro não te procura mais na cama? Saiba o que isso pode significar

Se você ainda deseja a renovação daquele amor, é sinal de que vale a pena fazer o que for preciso para que a chama se reacenda. Nesse caso, preste atenção nessas quatro dicas que podem fazer a diferença!

1. Diagnostique as frustrações

Depositar no outro todas as suas insatisfações é uma muleta utilizada pela maioria das pessoas que temem encarar seus sentimentos de frente. É possível que, no correr dos anos, alguns de seus sonhos tenham ficado um pouco abafados e perdido a vivacidade. Isso é normal, afinal precisamos escolher um caminho em detrimento de outros.

Não coloque nas costas dos parceiro todo o peso das escolhas que fez. Mas saiba identificar se a frustração que afeta o relacionamento tem realmente a ver com a vida em comum e o que tem a ver com as suas opções pessoais. Atribuir a culpa de suas frustrações à relação quando elas são fruto de outra árvore pode matar a parceria pela raiz. Fique atenta!

2. Preze pela qualidade do diálogo


QUER AUMENTAR SEU DESEJO E PRAZER SEXUAL? BAIXE O E-BOOK GRÁTIS:


PLANO DE 5 PASSOS PARA TURBINAR O DESEJO SEXUAL 

É comum que duas pessoas que convivem há tempos percam a capacidade de efetivamente se comunicar. Porque os problemas do dia a dia e a rotina pesada podem diminuir a qualidade do diálogo de um casal. Assim, levando-os a trocar apenas informações sobre fatos e incapazes de transmitir ao parceiro os sentimentos sobre esses fatos.

Essa falta de qualidade na conversa tende a afastar os dois, criando uma distância crescente a cada pequeno segredo mantido por costume. Resgatar o hábito de prestar atenção e perguntar como se sentem pode fazer com que se acostumem novamente a enxergar no outro um confidente, um parceiro. Isso aproxima o casal e faz com que entrem em sintonias semelhantes.

Leia mais: Saiba como  a falta de desejo sexual pode gerar uma crise no relacionamento

3. Renove as fantasias

É normal que o sexo dê uma esfriada com o passar dos anos. Mas ele é um excelente termômetro de um relacionamento e é preciso saber esquentá-lo e reinventá-lo . Para isso, é necessário conhecer o parceiro, saber suas fantasias e se permitir entrar em um jogo de sedução que seja atraente para os dois. Os anos modificam as pessoas e seus desejos íntimos. Por isso a necessidade de renovar também seu comportamento sexual.

É preciso estar aberto às mudanças na cama e, mais importante, a conversar sobre elas. Saber o que o parceiro gosta e falar para ele o que você quer é meio caminho andado para melhorar a performance.

Leia mais: Orgasmo feminino: as 6 posições sexuais mais estimulantes

4. Não deixe a intimidade escapar

Quando o sexo esfria e o período de abstinência aumenta é preciso renovar. Mas nem só de sexo vive uma cama. O carinho, as conversas abraçados, os beijos, as mãos dadas, dormir próximos… tudo o que aproxima o casal e é sinal de intimidade precisa ser cuidado. Não deixe que a rotina tire isso de vocês.

O carinho constante é uma forma de manutenção e de atenção. Ele aproxima mais ainda que o sexo e mantém a intimidade em todos os níveis.

Com bom senso e boa vontade, ainda há chances de tirar toda a poeira do amor e redescobrir as cores originais que decoravam aquela paixão inicial. Não considere o tempo de maneira saudosista, teimando em lamentar quando as boas lembranças vierem à tona. Saiba que o tempo modifica, é um processo normal e natural. Até o amor precisa aparar suas arestas para encaixar no que o mundo nos torna.

Compartilhe com suas amigas:


Dra. Vânia Machado
Dra. Vânia Machado

Eu sou a Drª Vania Machado, psicóloga terapeuta sexual, mestre em psicopatologia clinica e psicologia da saúde. Há mais de 20 anos venho ajudando as mulheres a recuperar seu desejo sexual e já perdi a conta de quantos casamentos foram salvos de ir por água abaixo por causa de brigas e traições que começaram com um simples problema conjugal. Atualmente ajudo mulheres de todas as idades superarem crises no relacionamento e disfunções sexuais. Precisa de ajuda profissional? clique aqui e marque uma consulta comigo.