Começo de namoro é sempre uma delícia! O casal está empolgado com a mudança de relacionamento. Além disso, um ainda é perfeito aos olhos do outro. Aliás, o sexo é frequente e cheio de surpresas. Passada esta fase, há um amadurecimento e aumento da intimidade na relação. E a animação com o namoro continua em voga. Se um casal “sobrevive” a estas etapas, a consequência mais comum é o casamento, que deveria ser o ápice da relação… Porém muitas vezes acaba funcionando como o empurrão ladeira abaixo para o relacionamento. Enfim, o sexo se torna raro, as brigas mais frequentes, a correria do dia a dia parece ocupar todas as horas vagas. E no fim das contas, a insatisfação é o sentimento que domina a relação.

Ninguém merece esta situação, certo? E não se preocupe! Pois nem todo casamento está fadado ao fracasso. Se, por outro lado, sua vida sexual esfriou bastante e os momentos de intimidade com seu marido são cada vez mais raros, tranquilize-se. Porque este é um caso bastante comum. Continue a leitura para descobrir quais são os principais motivos que levam ao esfriamento da relação e como você pode contornar o problema!

Leia mais: Saiba como a falta de desejo sexual pode gerar uma crise no casamento

O perigo dos excessos

Por que o sexo esfria após o casamento?

Algumas diferenças são bem claras em uma relação entre namorados e entre cônjuges. Isso se dá principalmente por um motivo: excesso de intimidade. Pois é, a bendita da intimidade que você tanto buscou construir junto com seu companheiro(a) pode também ser o motivo de brigas.

É que, como tudo na vida, o excesso é o maior problema. Intimidade é bom, pois permite aos parceiros uma relação mais harmoniosa, confortável e prazerosa um com o outro. Quando falamos de sexo então… a intimidade é um potencializador de prazer inigualável. Porém, em excesso, a intimidade pode fazer com que o casal se torne acomodado, diminuindo o interesse entre os dois.

Outro fator que difere namorados de cônjuges – e que está ligado com a intimidade – é o tempo que o casal reserva para sair com amigos. Ou até mesmo para ficarem longe um do outro. Mesmo o casal de namorados passando muito tempo junto, acaba encontrando mais oportunidades para ficar longe do seu par do que um casal casado. Estes momentos longe do companheiro(a) são importantes para que a pessoa possa exercer sua individualidade. Questão importantíssima que auxilia não só na autoestima e felicidade individual, mas na vida de marido e mulher, que permanecem interessantes um aos olhos do outro.

Leia mais: É verdade que o sexo pode melhorar com o tempo?

Eternos namorados

Por que o sexo esfria após o casamento?

Se você deseja manter sua relação apimentada, tenha sempre em mente como era a relação de vocês quando namoravam. Algumas dicas:


QUER AUMENTAR SEU DESEJO E PRAZER SEXUAL? BAIXE O E-BOOK GRÁTIS:


PLANO DE 5 PASSOS PARA TURBINAR O DESEJO SEXUAL 

  • Questão de prioridade: quando vocês namoravam um não tinha que arranjar tempo para ficar com o outro? Pois bem, agora que vocês moram juntos e se veem sempre isso não deve mudar. Reserve um tempo exclusivo para o namoro de vocês. Não faça dele menos importante que as outras tarefas cotidianas;
  • Vaidade: também é normal que o casal se acomode no quesito vaidade – isso vale para ambos os sexos. Por um lado é bom, pois indica que vocês se sentem confiantes um com o outro. Porém para a vida sexual isso por ser um retrocesso. O ideal é que ambos continuem a se cuidar, para que a autoestima permaneça em alta e o tesão se mantenha o mesmo;
  • Chamego: pequenos agrados, palavras de carinho e outros detalhes que parecem bobos não devem ser subestimados. Nunca deixe que o outro se esqueça o quanto ele é apreciado.

Viu como as dicas são fáceis? Coloque-as em prática e garanta uma vida sexual de qualidade mesmo com a rotina do casamento!

 

Compartilhe com suas amigas:


Dra. Vânia Machado
Dra. Vânia Machado

Eu sou a Drª Vania Machado, psicóloga terapeuta sexual, mestre em psicopatologia clinica e psicologia da saúde. Há mais de 20 anos venho ajudando as mulheres a recuperar seu desejo sexual e já perdi a conta de quantos casamentos foram salvos de ir por água abaixo por causa de brigas e traições que começaram com um simples problema conjugal. Atualmente ajudo mulheres de todas as idades superarem crises no relacionamento e disfunções sexuais. Precisa de ajuda profissional? clique aqui e marque uma consulta comigo.