Pompoarismo: entenda mais sobre a técnica e como ela pode turbinar o sexo

Quem nunca ouviu histórias sobre as exóticas mulheres tailandesas que conseguem arremessar objetos, abrir garrafas e até fumar usando seus músculos vaginais?

Pode parecer estranho, mas a habilidade de realizar essas proezas são transmitidas através da prática do pompoarismo.

Esta técnica milenar permite aos seus praticantes maior controle sobre seus órgãos sexuais e, desta forma, um melhor desempenho no sexo – para si e para o parceiro.

Parece interessante, não? Para saber mais sobre a técnica, continue a leitura!

Turbinando o sexo

O pompoarismo consiste na contração e no relaxamento de determinados músculos buscando como resultado o prazer sexual.

Ao contrário do que algumas pessoas pensam, esta técnica não é exclusiva para mulheres e também pode ser praticada pelos homens. Neles, os músculos trabalhados são os do períneo e a musculatura no esfíncter, enquanto nas mulheres tratam-se dos músculos vaginais.

Pois é, talvez isso nunca tenha te ocorrido, mas os músculos que têm íntima ligação com seu órgão sexual não são diferentes dos demais do seu corpo.

Isto significa que com o passar dos anos sua vagina pode tornar-se flácida, mas também que você pode exercitá-la e levá-la para a “malhação” como qualquer outro músculo. É verdade!

A vantagem do controle desta área específica, porém, não se resume à cama: o pompoarismo é uma excelente técnica contra a incontinência urinária e as cólicas, e pode ajudá-la ainda no momento do parto ao facilitar na preparação do canal.

Os benefícios, entretanto, não param por aí: o pompoarismo também é uma forma de melhorar sua autoestima. Isto porque a prática é um momento de cuidado de você para você.

O domínio dos movimentos vaginais permite que a mulher realize façanhas com seu parceiro, como sugar, agarrar, expelir, torcer o pênis e muito mais (veja no vídeo abaixo).

De quebra, o pompoarismo colabora para que você consiga chegar ao orgasmo mais facilmente.

Para dominar a técnica, são necessários apenas alguns minutos de dedicação diária em que a mulher aprimora não só seus músculos vaginais, mas também seu autoconhecimento.

Por onde começar?

Ficou curiosa para experimentar, mas não sabe por onde começar?

Bem, se você ainda é uma iniciante neste mundo, tudo o que você precisa, por enquanto, é de conhecer sua musculatura vaginal.

Como primeira tarefa você deve explorar sua genitália: seu dever é familiarizar-se com seu próprio órgão. Ainda neste exercício de autoconhecimento, experimente contrair e relaxar o canal vaginal, observe e sinta estes movimentos.

Finalizada esta primeira etapa, você já está pronta para o próximo nível, ao qual você deve se dedicar sempre que possível: trata-se de repetir os movimentos de contração e relaxamento da vagina, porém dividindo o canal vaginal em três etapas.

Imagine que há três níveis, um em cima do outro, e você deve contrair um de cada vez, de baixo para cima…

Em seguida, relaxe o canal vaginal de cima para baixo, uma parte por vez.

Achou difícil?

Realmente não é fácil, mas acredite: o treino diário fará com que você domine este exercício. Participe do meu curso com vídeos aulas para treinar em casa, clique aqui e saiba mais.

Conforme o tempo e prática do treinamento, você também poderá fazer uso de utensílios como os cones.

Praticantes mais avançadas podem fazer uso de outros utensílios como os colares tailandeses, que com cinco bolinhas são bons para treinar a coordenação. Por fim, quem já treina há algum tempo pode experimentar as bolas Ben-Wa, excelentes para treinar os movimentos de sugar e expulsar o pênis.

Interessante, não é? E você, o que está esperando para começar e dar um toque de novidade à sua vida sexual? 

Participe do meu curso com vídeos aulas para treinar em casa, clique aqui e saiba mais.

Compartilhe com suas amigas:

Sobre a Autora

Dra. Vânia Machado

Eu sou a Drª Vania Machado, psicóloga terapeuta sexual, mestre em psicopatologia clinica e psicologia da saúde.

Há mais de 20 anos venho ajudando as mulheres a recuperar seu desejo sexual e já perdi a conta de quantos casamentos foram salvos de ir por água abaixo por causa de brigas e traições que começaram com um simples problema conjugal.

Atualmente ajudo mulheres de todas as idades superarem crises no relacionamento, disfunções sexuais, precisa de ajuda profissional clique aqui!

Posts Mais Recentes:

Junte-se!

Facebook Youtube 20K