Está trabalhando demais? Saiba como isto pode interferir na cama

O estresse e o cansaço são duas das principais causas do Desejo Sexual Hipoativo, nome do distúrbio que representa a falta de desejo sexual.

Enquanto as férias remetem ao descanso, vida sexual apimentada e muitas noites de namoro, o trabalho acaba por provocar efeito contrário.

No Japão – sociedade altamente comprometida com cargas diárias elevadas de trabalho – existe até uma nova profissão criada justamente para aconselhar os japoneses a diminuírem o ritmo e focar um pouco mais na vida sexual.

São os conselheiros amorosos, que sugiram em um cenário em que 1/3 das pessoas com menos de 30 anos nunca tiveram qualquer experiência sexual e o país enfrenta a menor taxa de natalidade em sua História.

No Brasil, 51% da população está insatisfeita com sua vida sexual, segundo pesquisa organizada por uma marca de preservativos e divulgada neste ano.

O estresse da vida moderna, com excesso de trabalho, figura entre os motivos da falta de interesse sexual. 82% dos entrevistados faziam sexo apenas uma vez por semana.

Meu sobrenome é trabalho

Com a diminuição de funcionários nas empresas devido aos avanços tecnológicos, cada vez mais o empregado é forçado a assumir múltiplas tarefas (antes divididas entre outros colegas) e retorná-las em um curto espaço de tempo com excelência.

Vestir a camisa da empresa significa, muitas vezes, ficar trabalhando até muito depois do horário, levar trabalho para casa e ainda ficar disponível pelo celular.

Para a mulher, este quadro se agrava quando a jornada em casa representa outro turno com os afazeres domésticos e os cuidados com os filhos.

Não é à toa que 77% das 17 mil pessoas entrevistadas (dentre homens e mulheres) pelo estudo Projeto Sexualidade, do Hospital das Clínicas de São Paulo, afirmaram ter problemas no sexo em função do cansaço do trabalho.


QUER AUMENTAR SEU DESEJO E PRAZER SEXUAL? BAIXE O E-BOOK GRÁTIS:


PLANO DE 5 PASSOS PARA TURBINAR O DESEJO SEXUAL 

Sintomas de workaholic

O excesso de trabalho pode acontecer por necessidade ou fuga. Muita gente prefere mergulhar de cabeça na vida profissional a enfrentar o desgaste do casamento, os questionamentos do parceiro ou afins.

Para os solteiros, o medo de uma possível decepção amorosa afasta a possibilidade de sexo frequente com um parceiro fixo.

De qualquer forma, a atitude de workaholic (viciados em trabalho) afeta a vida sexual e dá sinais na vida pessoal por meio da falta de desejo.

O alerta serve para que haja um equilíbrio. Analisar a situação e verificar alternativas para mudar a situação é o começo.

O desejo é feito de ciclos e a libido murcha e renasce em períodos diferentes, principalmente para a mulher, que envolve outros fatores emocionais e os leva para a cama com ela.

Dicas para retomar o desejo

Ninguém tem um “botão de liga e desliga”, mas atitudes positivas são muito bem-vindas para tornar a vida sexual mais leve e prazerosa. A primeira delas é saber dividir o lado profissional do pessoal. Quando der o horário de deixar o escritório, deixe também as preocupações para o dia de amanhã. A partir do momento em que você chega à sua casa, o foco deve ficar ali. É preciso ainda ter comprometimento para fazer acontecer, diferentemente do que ocorre por obrigação.

Reagir nos primeiros sinais de fadiga também é fundamental para não deixar a situação chegar ao extremo.

Procure um tempo para se dedicar ao parceiro e às coisas que vocês gostam de fazer na cama e fora dela. A cama deve ser o local sagrado do casal e os problemas da rua não devem chegar ali.

Planejamento também é imprescindível para que os dois tenham um tempo livre e metas em conjunto de desfrutar momentos que façam bem ao relacionamento.

Na sua vida, o excesso de trabalho é uma das problemáticas que colaboram para o desejo sexual hipoativo? Deixe um comentário e nos conte suas dificuldades!

Compartilhe com suas amigas:

Sobre a Autora

Dra. Vânia Machado

Eu sou a Drª Vania Machado, psicóloga terapeuta sexual, mestre em psicopatologia clinica e psicologia da saúde.

Há mais de 20 anos venho ajudando as mulheres a recuperar seu desejo sexual e já perdi a conta de quantos casamentos foram salvos de ir por água abaixo por causa de brigas e traições que começaram com um simples problema conjugal.

Atualmente ajudo mulheres de todas as idades superarem crises no relacionamento, disfunções sexuais, precisa de ajuda profissional clique aqui!

Posts Mais Recentes:

Junte-se!

Facebook Youtube 20K