Como dar adeus ao estresse e reestabelecer o desejo sexual

Quem já passou por isso sabe! Quem nunca passou, não quer nem sonhar em passar. O fato é que a equação estresse demais sempre resulta em sexo de menos, o que pode atrapalhar a harmonia de um casal e até mesmo desencadear uma crise entre parceiros que outrora vivenciavam um bom relacionamento na cama.

A vida corrida da modernidade, falta de dinheiro, problemas no trabalho, trânsito e a violência das cidades são fatores que podem culminar em um clima de estresse e fazer o desejo sexual ir embora.

Taquicardia, respiração superficial e acelerada, músculos tencionados e falta de equilíbrio emocional para enfrentar situações são só alguns exemplos dos sintomas de estresse.

Com o organismo desregulado, é comum que as pessoas apresentem disfunções sexuais como falta de orgasmo, ejaculação precoce, disfunção erétil e ausência de desejo.

A vontade de transar acaba ficando em último plano. Pouca gente sabe, mas o estresse pode vir em diferentes graus, como o agudo (situações limites como assalto, doença na família), contínuo (sofrimento constante) e “distress”, que é o estresse com complicações negativas como angústia e depressão (e que muitas vezes procura alívio na bebida, nas drogas ou mesmo na violência).

O sexo, neste contexto, é um santo remédio! No entanto, é preciso criar um espaço na sua vida para que a relação se concretize o sexo volte a fluir. É neste ponto que algumas dicas valem ouro para reestabelecer a vida sexual e dar adeus ao estresse. Vamos conferir?

Não deixe a tensão acumular

O estresse funciona exatamente como uma vasilha com água pingando constantemente: um dia vai transbordar. Deixar a situação chegar a um limite é deixar a tensão se acumular até um ponto insustentável.

O mais indicado é ter válvulas de escape para as tensões do dia a dia. Pode ser uma atividade prazerosa, um alongamento, bate-papo com amigos, um café da tarde ou pequenas pausas no trabalho para recuperar a energia.

Uma ótima alternativa de atividade é o Yogaclique aqui e conheça os benefícios do Yoga para a mente.


QUER AUMENTAR SEU DESEJO E PRAZER SEXUAL? BAIXE O E-BOOK GRÁTIS:


PLANO DE 5 PASSOS PARA TURBINAR O DESEJO SEXUAL 

Repense seus objetivos

Será que você está dando excessivo valor ao que realmente vale?

Repensar os objetivos e porque luta-se tanto para conseguir tal meta é o primeiro passo. Muitas vezes o ser humano se cobra demais e acaba se frustrando por não alcançar metas quase impossíveis e, no meio do caminho, encontra estresse e nervosismo.

Alcançar o ponto de equilíbrio entre a vida profissional e o lado pessoal é a chave para uma vida tranquila e feliz.

Alimente-se bem

Comer mal (muito mal) é um dos fatores que contribuem para o estresse e, consequentemente, para minar a vida sexual.

Tirar um tempo para fazer uma refeição equilibrada, composta por uma variedade de frutas, verduras e grãos integrais, compensa os nutrientes perdidos devido ao estresse, suprindo o corpo de vitaminas.

O estresse pode atrapalhar o funcionamento do sistema digestivo, desencadeando azia e má digestão. A cafeína e o álcool também devem ser evitados, já que podem aumentar a sensação de nervosismo.

DICA: Se você tem se sentido mais cansada do que de costume, sem vontade nenhuma de fazer sexo, saiba que é possível encontrar na alimentação a solução para aumentar a libido – clique aqui e conheça 10 elementos naturais que podem aumentar sua libido.

Faça exercícios

Descarregar a energia acumulada e equilibrar os níveis de serotonina no cérebro, que dão a sensação de bem estar, é importantíssimo para combater o estresse: neste sentido, os exercícios físicos são os melhores aliados.

Vale alongamento, Yoga, boxe, musculação e qualquer outra atividade que você curtir. O importante é se mexer!

Foque no fim de semana

Quando a rotina sufoca, pense no fim de semana. Programe algo bem relaxante com o parceiro, pense no que vestir, nas surpresas que irá fazer.

Nada de preocupações: o foco, neste momento, deve ser só em aproveitar a dois.

O estresse contribui para uma imagem pessoal negativa e afeta a autoestima. No caso das mulheres, pode até mesmo impedir que elas tenham vontade de tirar a roupa, desencadeando brigas e rejeição do parceiro.

A fertilidade também fica em risco, já que o ciclo menstrual fica afetado (mais estressante ainda para as mulheres que querem engravidar e não conseguem). Um fator acaba puxando o outro.

Se, mesmo com todas essas dicas, você não conseguir ver uma luz no fim do túnel, o mais indicado é procurar ajuda médica acompanhada de um terapeuta sexual.

Compartilhe com suas amigas:

Sobre a Autora

Dra. Vânia Machado

Eu sou a Drª Vania Machado, psicóloga terapeuta sexual, mestre em psicopatologia clinica e psicologia da saúde.

Há mais de 20 anos venho ajudando as mulheres a recuperar seu desejo sexual e já perdi a conta de quantos casamentos foram salvos de ir por água abaixo por causa de brigas e traições que começaram com um simples problema conjugal.

Atualmente ajudo mulheres de todas as idades superarem crises no relacionamento, disfunções sexuais, precisa de ajuda profissional clique aqui!

Posts Mais Recentes:

Junte-se!

Facebook Youtube 20K