O Poder do Beijo Para Manter a Chama Da Paixão

beijo mantem a chama da paixão

O amor nasce exatamente ali, já que, quando um beijo dá certo, a afinidade transborda para outras áreas de um relacionamento.

“O amor é grande e cabe no breve espaço de beijar”, já dizia o poeta Carlos Drummond de Andrade.

É pelo beijo que medimos como anda o amor. Quando o beijo é apaixonado, quente, é sinal de que as coisas estão indo bem. Por outro lado, a ausência dele pode ser o começo do fim, um alerta preocupante.

Não dá é para ignorar o poder de um beijo. Responsável por acender a libido, o beijar em algumas zonas erógenas pode esquentar (e muito) o parceiro.

A boca em si é também uma zona erógena. Na fantasia masculina, ela é vista como uma vulva, extremamente excitante.

Por estes e outros motivos, o beijo é considerado um grande aliado erótico para os casais, pois tem papel significativo em um relacionamento e considerado a porta de entrada da conexão sexual. Afinal, quem não se lembra de seu primeiro beijo?


QUER AUMENTAR SEU DESEJO E PRAZER SEXUAL? BAIXE O E-BOOK GRÁTIS:


PLANO DE 5 PASSOS PARA TURBINAR O DESEJO SEXUAL 

Quanto mais beijo, melhor

No entanto, uma pesquisa realizada na Inglaterra publicou que um entre cinco casais casados sequer se beijam em um período de uma semana e, quando se beijam, este momento não dura mais do que cinco segundos para 40% deles! Ou seja, é apenas um selinho!

O fator tem uma relação direta com a falta de sexo no casamento. A Universidade de Oxford ouviu mais de 900 pessoas e concluiu que o segredo de um relacionamento duradouro é nunca parar de beijar.

É cientificamente comprovado que beijar serve para selecionar o parceiro, um teste para saber se a relação tem futuro ou não.

Beijar é manter a chama da paixão acesa, estreitar laços e mostrar que o casal está em sintonia. Além disso, o beijo aguça o paladar e o olfato, sentidos essenciais para o sexo.

Quimicamente falando, o ato de beijar deixa as pessoas mais relaxadas e aproxima o contato, atiçando os feromônios sexuais, que estimulam o desejo que antecede o ato sexual.

O homem passa um pouco de testosterona para sua parceira durante o beijo de língua e, ao longo do tempo (e beijos), a libido da mulher acaba aumentando, fazendo com que ela queira mais e mais sexo.

O beijo no ato sexual

Para o próximo passo, o beijo deve ser demorado e com contato corporal intenso, com o movimento da língua se intensificando.

Orelhas, pescoço, pés e barriga não podem ser esquecidos.

O ideal é ir explorando o corpo do parceiro com a boca, para estimular a excitação. Quanto mais excitante for o beijo, mais o corpo libera serotonina – substância responsável pela euforia – , aumentando a sensação de prazer.

Durante o ato sexual, continuar beijando também garante a conexão entre o casal.

Muitos casais fazem sexo, mas não se beijam. Mas raríssimos são os casais que beijam e não transam. Muitas vezes, beijar é ainda mais íntimo que o ato sexual.

Por estes e outros motivos é que a maioria das prostitutas não beija em serviço, guardando esta intimidade para o verdadeiro amor.

Em tempo: 13 de abril é o Dia do Beijo. Aproveite a proximidade da data e não deixe que este contato fundamental se perca entre você e seu parceiro!

Dra. Vânia Machado

Eu sou a Drª Vania Machado, psicóloga terapeuta sexual, mestre em psicopatologia clinica e psicologia da saúde.

Há mais de 20 anos venho ajudando as mulheres a recuperar seu desejo sexual e já perdi a conta de quantos casamentos foram salvos de ir por água abaixo por causa de brigas e traições que começaram com um simples problema conjugal. Atualmente ajudo mulheres de todas as idades superarem crises no relacionamento e a falta de desejo sexual através do meu Programa Online Mulher Com Líbido.