Se você sofre com algum transtorno sexual, a primeira coisa que deve saber é que não está sozinha. De acordo com estudos, pelo menos uma em cada três pessoas já relatou ter problemas quando o assunto é sexo.

No entanto, apesar de ser mais corriqueiro do que se imagina, o transtorno sexual não deve ser tratado com descaso. Ao identificar qualquer desconforto, dor, apatia e outros tipos de problema, o ideal é procurar ajuda de um especialista.

Só um profissional estará apto para avaliar e dar as orientações da melhor forma possível. Enquanto isso, é importante se informar ao máximo para driblar a falta de conhecimento e evitar enganos tão comuns quando o assunto são disfunções no sexo. Confira aqui 5 mitos sobre transtornos sexuais para não ficar apreensiva sem necessidade!

As causas sempre são psicológicas

5 mitos sobre as disfunções sexuais

Esta afirmativa não é verdadeira. Em vários casos, o problema realmente pode aparecer em decorrência de uma depressão, estresse ou outras disfunções psíquicas. No entanto, também é comum que esteja atrelado a algum fator orgânico.

É por este motivo que é necessário procurar um médico e fazer exames para identificar do que se trata – depois, é possível dar início aos procedimentos mais adequados.

Disfunção sexual não tem solução

Qualquer problema sexual deve ser avaliado por um profissional que, como já reforçamos, indicará a causa e o tratamento necessário. Portanto, nada de achar que você é um caso perdido!

Com o avanço da indústria farmacêutica, dentre outras descobertas cientificas, o que não faltam são soluções para os mais variados problemas, sejam eles orgânicos ou psicológicos.

Problemas sexuais estão sempre ligados à infidelidade

A infidelidade está menos ligada aos problemas sexuais que as pessoas imginam

Nada disso! Pode até ser que, em uma relação desgastada, o apetite sexual diminua após vários problemas. No entanto, a infidelidade não é comprovadamente capaz de criar um transtorno sexual.

Muitos casais acreditam neste mito que, de uma vez por todas, deve ser jogado por terra. Para aqueles que passam por uma situação de infidelidade e querem acertar os ponteiros, porém,  também vale uma visita ao terapeuta.

Homens apresentam mais problemas que as mulheres

Tanto os homens quanto as mulheres estão sujeitos a transtornos sexuais. Portanto, não há comprovação de que eles sofrem mais do que elas neste sentido.


QUER AUMENTAR SEU DESEJO E PRAZER SEXUAL? BAIXE O E-BOOK GRÁTIS:


PLANO DE 5 PASSOS PARA TURBINAR O DESEJO SEXUAL 

Nos homens, as disfunções mais comuns são a ejaculação precoce e problemas com a ereção. Já no caso delas, destacam-se  a incapacidade de ter orgasmos e a falta de apetite sexual.

Portanto, o casal deve estar sempre atento: pode acontecer tanto com um parceiro como com o outro. Não tenha vergonha! Se há algum problema, é preciso expor para que ele possa ser resolvido.

A idade sempre influencia

Todos podem sofrer transtornos sexuais

Algumas pessoas acreditam que só idosos estão sujeitos a enfrentar os transtornos sexuais. O que acontece, na verdade, é que o corpo sofre com a ação do tempo e, portanto, a probabilidade de a causa ser orgânica é maior em uma idade mais avançada.

Nem por isso um adolescente ou adulto estão livres de uma disfunção sexual. O ideal, como sempre, é procurar um especialista em qualquer idade.

Se você tem enfrentado problemas na hora do sexo, agora já sabe a respeito de alguns mitos e de como é importante procurar uma avaliação médica.

Não tenha receio em abrir o jogo com o parceiro e nem mesmo continue sofrendo sem necessidade. Reivindique seu direito a uma vida sexual saudável, ativa e feliz!

Compartilhe com suas amigas:


Dra. Vânia Machado
Dra. Vânia Machado

Eu sou a Drª Vania Machado, psicóloga terapeuta sexual, mestre em psicopatologia clinica e psicologia da saúde. Há mais de 20 anos venho ajudando as mulheres a recuperar seu desejo sexual e já perdi a conta de quantos casamentos foram salvos de ir por água abaixo por causa de brigas e traições que começaram com um simples problema conjugal. Atualmente ajudo mulheres de todas as idades superarem crises no relacionamento e disfunções sexuais. Precisa de ajuda profissional? clique aqui e marque uma consulta comigo.